34 C
Santo Antônio de Jesus
segunda-feira, outubro 18, 2021

Secretaria da Educação discute aquisição de produtos da Agricultura Familiar para as unidades escolares

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia (SEC) realizou, nesta sexta-feira (3), uma live para dialogar com os gestores dos Núcleos Territoriais da Educação (NTE) sobre a compra de gêneros alimentícios da Agricultura Familiar para a merenda escolar. O encontro, transmitido através da rede oficial da SEC no Youtube, teve como objetivo sensibilizar a comunidade escolar no fortalecimento das relações com a produção local agrícola na compra de alimentos mais saudáveis, a partir de uma oferta diversificada de acordo com as características das cadeias produtivas dos Territórios de Identidade.  

O superintendente de Planejamento Operacional da Rede Escolar, Manoel Calazans, falou da importância do diálogo. ”A aquisição de gêneros alimentícios da Agricultura Familiar, para além de uma obrigação da legislação, é uma questão de valorização das características locais dos territórios onde as unidades escolares estão inseridas; de segurança alimentar; e de construção de hábitos alimentares saudáveis. Estes fatores também fortalecem a inclusão social e fomentam a economia local”.

O encontro também ressaltou a importância da adesão de produtores rurais para a Chamada Pública 001/2021, para a aquisição de gêneros alimentícios da Agricultura Familiar e do Empreendedor Familiar Rural, destinado ao atendimento do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), durante o período de 2021. Os interessados devem apresentar a documentação para habilitação e projeto de venda até a próxima segunda (6), até às 18h, na sede da Secretaria da Educação do Estado da Bahia, no Setor de Protocolo ou por via Sedex. Confira o edital.

Débora Rodrigues, presidente do Conselho Estadual de Segurança Alimentar da Bahia, destaca que o momento agrega movimentos do campo, pequenos produtores e unidades escolares, e debater o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) é sempre importante. “Não é apenas um programa de compra, ele serve para colocar na mesa das crianças e dos jovens a garantia de um alimento de qualidade, com valor nutricional significativo, impacta no desenvolvimento do território e ajuda a construir uma cultura alimentar diversificada nos territórios, dando oportunidade aos pequenos produtores rurais”. 

O encontro, mediado pelo técnico da SEC, Luiz Expedito, também teve a participação de Michele Santos, presidente do Conselho de Alimentação Escolar, e Déa Miranda, diretora de Suprimento e Alimentação Escolar.

Fonte: Ascom/ Secretaria da Educação do Estado

Fonte: Portal do Governo do Estado da Bahia

Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Redes Sociais

953FãsCurtir
11,254SeguidoresSeguir
79SeguidoresSeguir
Santo Antônio de Jesus
nuvens quebradas
34 ° C
34 °
34 °
30 %
4.6kmh
81 %
seg
33 °
ter
34 °
qua
35 °
qui
29 °
sex
28 °

Últimas Publicações

error: Conteúdo Bloqueado!