25.6 C
Santo Antônio de Jesus
quinta-feira, outubro 21, 2021

Rumo deve viabilizar ferrovia em MT por via estadual ou federal

Foto: PPI.Gov.Br/divulgação

O BTG Pactual disse que não descarta o cenário de candidatura da Rumo ao projeto de ampliação da malha ferroviária até o município de Lucas do Rio Verde, no estado do Mato Grosso, por meio de autorização federal em caso de aprovação do projeto de lei, considerando que a concessão seja regulada nesse regime ou em nível estadual.

A análise foi feita em resposta a questionamento de clientes do banco sobre a ausência da companhia no evento “Setembro Ferroviário”, realizado nesta quinta, 2, pelo Ministério da Infraestrutura, que apresentou uma previsão de R$ 53 bilhões em novos investimentos para a construção de mais de 3,3 mil quilômetros (km), de dez pedidos para novas ferrovias no âmbito do programa “Pro Trilhos”, criado pela Medida Provisória (MP) n 1.065. Entre os projetos apresentados, havia, inclusive, um que concorre com o do estado do Mato Grosso.

“Em nossa leitura, a Rumo direcionou seus esforços estrategicamente ao projeto para o atual processo de audiência pública conduzido pelo governo do Estado do Mato Grosso. Esperamos desenvolvimentos positivos nesta frente ao longo do próximos dias, de acordo com o fluxo de notícias local. Continuamos acreditando no projeto”, disseram os analistas do BTG Lucas Marquiori, Fernanda Recchia e Aline Gil, em relatório.

“Lembramos que o novo regime regulatório divulgado nesta semana ocorre por meio de MP, e consequentemente tem até 60 dias para ser aprovado (prorrogável por mais 60 dias se necessário). Contudo, de acordo com nossas consultas recentes, o Congresso está discutindo deixar a MP expirar a fim de centrar o debate no projeto de lei em questão, o momento deste debate permanece pouco claro, mas vemos o evento de ontem como uma mensagem poderosa do governo, mostrando o apetite do segmento privado por investimentos ferroviários no Brasil”, comentaram.

Em julho, o governo do estado do MT abriu um chamamento público para a construção de uma ferrovia conectando Rondonópolis à capital Cuiabá e a Lucas do Rio Verde, no Norte do Estado.

A Rumo já opera uma malha ferroviária federal que vai de Rondonópolis até o Porto de Santos e é uma das principais interessadas no projeto, que prevê investimentos de R$ 12 bilhões.

As novas ferrovias anunciadas ontem pelo governo federal cortarão cidades de nove estados em quatro regiões brasileiras: Espírito Santo, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Piauí e São Paulo.

Ver Matéria Original

Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Redes Sociais

954FãsCurtir
11,254SeguidoresSeguir
79SeguidoresSeguir
Santo Antônio de Jesus
nublado
25.6 ° C
25.6 °
25.6 °
75 %
1.3kmh
86 %
qui
29 °
sex
29 °
sáb
30 °
dom
33 °
seg
29 °

Últimas Publicações

error: Conteúdo Bloqueado!