34 C
Santo Antônio de Jesus
segunda-feira, outubro 18, 2021

Soja: preços da saca aumentam após dias de queda

Os preços da soja reagiram nesta quinta-feira na maior parte das praças do país, acompanhando a recuperação de Chicago. O dólar tentou subir, encostou em R$ 5,20, mas fechou inalterado. Nos melhores momentos, houve operações envolvendo pequenos lotes, mas o mercado tenta se ajustar.

Veja as cotações das principais praças brasileiras:

– Passo Fundo (RS): a saca de 60 quilos seguiu em R$ 164,00

– Região das Missões: a cotação estabilizou em R$ 163,00

– Porto de Rio Grande: o preço subiu de R$ 165,00 para R$ 167,00

– Cascavel (PR): o preço passou de R$ 163,00 para R$ 166,50 a saca

– Porto de Paranaguá (PR): a saca avançou de R$ 166,00 para R$ 170,00

– Rondonópolis (MT): a saca permaneceu em R$ 164,00

– Dourados (MS): a cotação ficou em R$ 155,00

– Rio Verde (GO): a saca aumentou de R$ 159,00 para R$ 160,00

Preço Chicago

Os contratos futuros da soja negociados na Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT) fecharam a quinta-feira com preços mais altos. Os bons números para exportações dos Estados Unidos colocaram fim a cinco sessões consecutivas de perdas.

As exportações líquidas norte-americanas de soja, referentes à temporada 2020/21, com início em 1 de setembro, ficaram em 68.200 toneladas na semana encerrada em 26 de agosto. Representa um recuo de 9% ante à semana anterior e 9% acima da média das últimas quatro semanas. A Holanda liderou as
importações, com 86.200 toneladas.

Para 2021/22, foram mais 2.132.500 toneladas. Os analistas esperavam exportações entre 625 mil e 1,3 milhão de toneladas, somando-se as duas temporadas. As informações foram divulgadas pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA).

Os exportadores privados norte-americanos reportaram ao USDA a venda de 126.000 toneladas de soja em grão para a China. A entrega está programada para a temporada 2021/22.

Os ganhos foram limitados pelo clima favorável às lavouras dos Estados Unidos e ainda pelos problemas logísticos e estruturais para embarques, em decorrência da passagem do furacão Ida nos Estados Unidos.

Os contratos da soja em grão com entrega em novembro fecharam com alta de 5,50 centavos de dólar por bushel ou 0,43% a US$ 12,83 1/4 por bushel. A posição janeiro teve cotação de US$ 12,91 1/2 por bushel, com ganho de 4,50 centavos ou 0,34%.

Nos subprodutos, a posição dezembro do farelo fechou com baixa de US$ 3,50 ou 1,01% a US$ 340,00 por tonelada. No óleo, os contratos com vencimento em dezembro fecharam a 58,79 centavos de dólar, ganho de 0,85 centavo ou 1,46%.

Câmbio

O dólar comercial encerrou a sessão estável, sendo negociado a R$ 5,1820 para venda e a R$ 5,1800 para compra. Durante o dia, a moeda norte-americana oscilou entre a mínima de R$ 5,1430 e a máxima de R$ 5,2010.

Ver Matéria Original

Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Redes Sociais

953FãsCurtir
11,254SeguidoresSeguir
79SeguidoresSeguir
Santo Antônio de Jesus
nuvens quebradas
34 ° C
34 °
34 °
30 %
4.6kmh
81 %
seg
33 °
ter
34 °
qua
35 °
qui
29 °
sex
28 °

Últimas Publicações

error: Conteúdo Bloqueado!