21.5 C
Santo Antônio de Jesus
domingo, outubro 24, 2021

Pele de tilápia ajuda em cirurgia corretiva de crianças com dedos grudados

Médicos aguardam aprovação de conselhos de ética para utilizar a pele de tilápia em outras cirurgias corretivas – Foto: divulgação Sobrapar

Brasileiros descobriram um novo uso para pele de tilápia, já conhecida para tratar queimaduras. Agora pesquisadores da Universidade Federal do Ceará estão usando o curativo biológico na cirurgia de crianças que nascem com dedos das mãos grudados.

A pele de tilápia já foi utilizada como suporte em três cirurgias que aconteceram agora em setembro no Hospital Sobrapar – Crânio e Face, em Campinas, São Paulo. Segundo os médicos, os pacientes tiveram redução de 50% no número de curativos e o tempo cirúrgico também foi beneficiado, além do alívio na dor durante os curativos.

As peles utilizadas nas cirurgias-teste foram doadas por uma piscicultora do município cearense de Itarema. Agora existem mais sete procedimentos programados.

A cirurgia comum

A Síndrome de Apert é uma anormalidade embriológica que ocasiona a junção de três ou mais dedos das mãos ou dos pés.

A cirurgia convencional para corrigir o problema, causa muita dor na criança e exige maior quantidade de curativos.

O procedimento envolve a retirada de pele do abdômen para enxertar no local e fazer a correção dos dedos. No entanto, não há uma promessa de resultados satisfatórios, especialmente nos casos mais graves.

A cirurgia com pele de tilápia

O médico cearense Edmar Maciel, coordenador geral da pesquisa da pele de tilápia e que acompanhou os processos, disse que o curativo trouxe inúmeros benefícios para o procedimento e, por isso, tem sido visto como uma metodologia promissora para esse tipo de cirurgia.

Ele notou a redução do tempo cirúrgico, ausência de cicatriz no abdômen, menor morbidade, redução de 50% no número de curativos, alívio da dor nos curativos, redução nos custos do tratamento e uma boa “pega” do enxerto após a última cirurgia.

O trabalho foi desenvolvido após um ano de preparação e agora espera pela aprovação em Comitês de Ética para ser utilizado como um procedimento padrão, em todos esses tipos de cirurgias.

Atualmente, estudos envolvendo a pele da tilápia envolvem 262 pesquisadores em nove estados do Brasil e mais oito países.

Ela vem sendo estudada aqui no Brasil desde 2017, como mostramos no Só Notícia Boa na época.

Pesquisa é desenvolvida por médicos do Ceará desde 2014, e soma diversos prêmios - Foto: Saulo Roberto
Pesquisa é desenvolvida por médicos do Ceará desde 2014, e soma diversos prêmios – Foto: Saulo Roberto

Com informações de Diário do Nordeste

!function(f,b,e,v,n,t,s){if(f.fbq)return;n=f.fbq=function(){n.callMethod?n.callMethod.apply(n,arguments):n.queue.push(arguments)};if(!f._fbq)f._fbq=n;n.push=n;n.loaded=!0;n.version=’2.0′;n.queue=[];t=b.createElement(e);t.async=!0;t.src=v;s=b.getElementsByTagName(e)[0];s.parentNode.insertBefore(t,s)}(window,document,’script’,’https://connect.facebook.net/en_US/fbevents.js’);fbq(‘init’,’878994819385601′);fbq(‘track’,’PageView’)window.fbAsyncInit=function(){FB.init({appId:’432466754861828′,cookie:!0,xfbml:!0,version:’v11.0′});FB.AppEvents.logPageView()};(function(d,s,id){var js,fjs=d.getElementsByTagName(s)[0];if(d.getElementById(id)){return}
js=d.createElement(s);js.id=id;js.src=”https://connect.facebook.net/en_US/sdk.js”;fjs.parentNode.insertBefore(js,fjs)}(document,’script’,’facebook-jssdk’))

Fonte: Só Notícia Boa

Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Redes Sociais

954FãsCurtir
11,254SeguidoresSeguir
79SeguidoresSeguir
Santo Antônio de Jesus
nublado
21.5 ° C
21.5 °
21.5 °
99 %
1.3kmh
95 %
dom
27 °
seg
29 °
ter
31 °
qua
27 °
qui
24 °

Últimas Publicações

error: Conteúdo Bloqueado!