27.8 C
Santo Antônio de Jesus
sexta-feira, dezembro 3, 2021

Pnad Contínua pesquisará percepção do brasileiro sobre segurança

A nova Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad Contínua) vai ouvir os brasileiros sobre dados de furtos e roubos que não foram comunicados aos órgãos oficiais de polícia. O objetivo da pesquisa é medir a sensação da população que vive no país. As respostas coletadas vão auxiliar na elaboração de políticas públicas pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP).

A inserção dessa categoria na Pnad Contínua foi possível após parceria do ministério e o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que realiza a pesquisa. A Pnad Contínua acompanha as flutuações trimestrais e a evolução da força de trabalho no curto, médio e longo prazos, e traz outras informações necessárias para o estudo do desenvolvimento socioeconômico do país. A coleta dos dados começou no dia 10 deste mês, e os resultados devem ser publicados em setembro de 2022.

Ao final da pesquisa, será produzido um relatório que subsidiará o MJSP na promoção de políticas públicas de prevenção e repressão aos temas abordados durante o levantamento. Para tanto, foi inserido um novo caderno no rol de perguntas da Pnad Contínua, a Pesquisa Nacional de Vitimização, com módulos sobre Furtos e Roubos e Sensação de Segurança.

“A inclusão dos módulos Furtos e Roubos e Sensação de Segurança têm como principais objetivos captar diretamente com o cidadão os dados desses tipos de crimes que não foram comunicados aos órgãos oficiais de polícia e a produção de informações quanto à percepção sobre a sensação de segurança, exposição ao risco e interação da população com as forças de segurança pública”, informou hoje (15) à Agência Brasil a assessoria do Ministério da Justiça.

A expectativa é que os dados coletados sobre furtos e roubos mostrem uma “taxa obscura”, com a diferença entre o número de crimes relatados e os não relatados à polícia. Também será possível traçar um perfil socioeconômico das vítimas de crimes como furtos e roubos nos últimos 12 meses no Brasil, e identificar o que os moradores têm feito em suas casas para se proteger da violência e da criminalidade.

Segundo o ministério, com o módulo Sensação de Segurança, será possível medir o grau de confiança da população em relação às instituições encarregadas, direta ou indiretamente, da segurança pública.

Além disso, as informações coletadas permitirão a criação de indicadores abrangentes, que possam identificar serviços existentes, tais como iluminação pública, parques ou quadras de esportes, transporte público, policiamento, grau de segurança em lugares e horários diversos e as mudanças de rotina por conta da insegurança.

Devem participar do levantamento de informações cerca de 2 mil agentes de coleta do IBGE, que realizarão entrevistas em 210 mil lares em todo o país.

Fonte: Agência Brasil

Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Redes Sociais

954FãsCurtir
11,254SeguidoresSeguir
79SeguidoresSeguir
Santo Antônio de Jesus
nuvens quebradas
27.8 ° C
27.8 °
27.8 °
66 %
1.7kmh
56 %
sex
31 °
sáb
25 °
dom
28 °
seg
30 °
ter
32 °

Últimas Publicações

error: Conteúdo Bloqueado!