34 C
Santo Antônio de Jesus
segunda-feira, outubro 18, 2021

chuva em Mato Grosso do Sul, Sudeste e Paraná marcam a semana

Chuva persistente no Paraná – que levou a paralização temporária do plantio de soja – e parte do Sudeste, com destaque para o Espírito Santo, marcam essa semana. A umidade também pega o sul de Mato Grosso do Sul em cheio. Confira a previsão do tempo nas cinco regiões:

SUL

A formação de uma área de baixa pressão no Paraguai trouxe tempo carregado para a região Sul do Brasil. Por lá, a chuva intensa deve persistir ao menos até a próxima quarta-feira, 13. Nesse período, os maiores intervalos devem ocorrer no noroeste do Rio Grande do Sul, no oeste de Santa Catarina e oeste do Paraná. Nesse último, aliás, tem previsão de chuva forte também entre os dias 14 e 18, com acumulados que podem ultrapassar 80 mm no centro e oeste do estado. Apesar disso, a precipitação será de forma mais espaçada, intercalada com períodos de tempo mais firme.

SUDESTE

Choveu bastante na região Sudeste, principalmente no Espírito Santo, onde o acumulado entre o último sábado, 9, e a próxima quarta-feira, 13, deve chegar a 100 mm. Centro e sul de Minas Gerais, bem como Zona da Mata, devem experimentar cerca de 70 mm nesse período. Já ao longo desta semana e da próxima, entre 14 e 18 de outubro, novas áreas de instabilidade devem provocar chuva na região, com volumes que podem variar entre 60 mm e 70 mm no norte paulista e no centro e sul de Minas.

CENTRO-OESTE

O Sul de Mato Grosso do Sul é a área mais afetada pela chuva entre o último sábado, 9, e a próxima quarta-feira, 13, com acumulados que ultrapassam os 70 mm. Já nos demais estados da região, entre quinta-feira, 14, e a próxima segunda-feira, 18, há previsão de pancadas de chuva de 20 mm no centro e sul de Mato Grosso e 40 mm em Goiás. Entretanto, ainda é no sul de Mato Grosso do Sul que a chuva deve persistir, com acumulados de até 80 mm.

NORTE

Áreas de instabilidade bem comuns da primaveram mantém a chuva na região Norte do país, mas isolada na área oeste, entre Acre, Amazonas e Roraima. Tocantins, Pará e Amapá têm pouca chance de chuva até a próxima quarta-feira, 13. Já no período entre 14 e 18 de outubro, a umidade se espalha mais na região, mas com acumulado que não ultrapassa os 20 mm.

NORDESTE

Na região Nordeste, apenas Maranhão, Piauí e Ceará devem experimentar pancadas de chuva até a próxima quarta-feira, 13. No sul da Bahia, a precipitação é mais expressiva, com acumulados que variam de 30 mm a 50 mm. Já entre 14 e 18 de outubro, a chuva cai no oeste da Bahia, sul do Maranhão e Piauí, mas com baixíssimos acumulados.

Ver Matéria Original

Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Redes Sociais

953FãsCurtir
11,254SeguidoresSeguir
79SeguidoresSeguir
Santo Antônio de Jesus
nuvens quebradas
34 ° C
34 °
34 °
30 %
4.6kmh
81 %
seg
33 °
ter
34 °
qua
35 °
qui
29 °
sex
28 °

Últimas Publicações

error: Conteúdo Bloqueado!